Capitalismo, a love story.

 

              Michael Moore, o premiado documentaristas Norte-Americano, tem em seu filme uma critica que já começa pelo título: Capitalismo, uma história de Amor. Em tom tragicômico e irônico, Moore revela os efeitos do sistema econômico Capitalista globalizado justo no berço das maiores decisões monetárias globais, os Estados Unidos. O cineasta mostra o outro lado do "Dólar"... Já dizia o Filósofo Esloveno, Slavoj Zizek, que o Capitalismo global só pode ser analisado em sua totalidade – eis sua visão contida em seu livro Visão em Paralaxe – trazendo a tona todas as incoerências e contradições do sistema; em outras palavras, o capitalismo da miséria e exploração, dos guetos e excluídos, não só está presente do dito primeiro mundo, mas é condição primária para a existência do sistema: os Jardins Paulistas ao Lado da Favela da Rocinha. Michael Moore, diretor do filme, foi crítico nesse sentido.

             O filme começa com uma família sendo despejada de sua casa por causa da crise hipotecária. Ao longo da película visualizamos várias famílias na mesma situação, perdendo moradia e emprego, ficando ao relento. Aos poucos Michael Moore constata os motivos pelos quais a crise imobiliária de 2008 surgiu; as artimanhas e corrupção do mercado financeiro e do Congresso dos Estados Unidos. As relações promiscuas entra as corporações corruptoras e políticos oportunistas, o enriquecimento ilícito de empresários e lucros altíssimos dos bancos Norte-Americanos - pacote financeiro de ajuda do Governo - na medida que os empregados eram demitidos de seus empregos e retirados de suas casas. Em uma parte do filme, Moore passeia por aquilo que seria, há alguns anos, um típico e idílico subúrbio residencial Americano, nas redondezas de Detroit, local cuja atual decadência urbana e social é latente.

           O documentarista deixa uma mensagem muito clara, qual seja a de que a própria Democracia está fadada ao fracasso caso nada seja feito. É um filme essencial para compreendermos as relações intrínsecas entre o modo de produção econômico e seus efeitos nas cidades, urbanismo, política e em nossas vidas.

 

Assista ao documentário completo aqui.

 

 

Please reload

1/3

Richard Hugh Bente - A questão do espaço urbano e as discrepâncias das políticas urbanas.

1/1
Please reload

Capitalismo, a love story.

1/2
Please reload

© 2014 REVISTA CANTEIRO   |   DIREITOS RESERVADOS  |  AS INFORMAÇÕES SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS AUTORES

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now